O   QUE É A  ARTE?

 

O conceito de arte é extremamente subjetivo e varia de acordo com a cultura a ser analisada, período histórico ou até mesmo indivíduo em questão.

Criação humana com valores estéticos (beleza, Equilíbrio, harmonia, revolta)

que sintetizam as suas emoções, sua história, seus sentimentos e a sua cultura.

 

É um conjunto de procedimentos que utilizados para realizar obras, e no qual aplicamos nossos conhecimentos. Se apresenta sob variadas formas como: a plástica, a música, a escultura, o cinema, o teatro, a dança, a arquitetura etc. Pode ser vista ou percebida pelo homem de três maneiras: visualizadas, ouvidas ou mistas (audiovisuais), hoje alguns tipos de arte permitem que o apreciador participe da obra. O artista precisou da arte e da técnica para comunicar-se.

 

Arte é uma interpretação da vida (realidade). Vincula-se a fatores religiosos (pirâmides egípcias ou esculturas da Grécia clássica), políticos (autoritarismo de Stálin), sociais (predomínio da burguesia no Romantismo) e simbólicos (evangelistas associados a animais na decoração das igrejas medievais).

 

 Para um objeto ser artístico, ultrapassa o utilitário. Isto significa que satisfaz os cinco sentidos (visão, audição, olfato, paladar e tato), o espírito (a inteligência) e o coração (a emoção).  Os estilos estão intimamente relacionados a uma época (tempo), lugar (país ou região), estrutura social, econômica, religiosa e política, e à personalidade do artista.

 

        Para a análise da obra de arte, podem ser seguidos alguns critérios:

 

Ø      Assunto - O que a obra enfoca. Existem em todos o tipos de pintura, menos na arte abstrata e na arquitetura (trata-se aqui de verificar a função, ou seja, para que serve o edifício).

 

Ø      Expressão - É a interpretação de um assunto. Depende muito da personalidade de indivíduo. Avalia-se o aspecto da obra e a intenção do artista.

 

Ø      Forma - É atingida graças a vários recursos:

 

1-     Proporções - Podem ser mais ou menos realistas.

2-     Contornos - São mais ou menos delineados.

3-     Linhas - Traços finos ou amplos.

Cores –

Podem ser:

 

a)     primárias (vermelho, azul e amarelo), secundárias (verde, violeta, laranja) ou neutras (branco, preto, cinza, bege, marrom); e quentes (vermelho, amarelo, laranja) ou frias (verde, azul e violeta).

b)     têm tom (brilho ou intensidade).

     Ex.: azul-real.

c)      apresentam valor (claro ou escuro).

 

 

A unidade estética pode ainda ser avaliada em função de três critérios:

 

a)     Harmonia - repetição de motivos (figura, direção, cores) - ex.: traços verticais ou cor predominante

b)      Ritmo - repetição regular de um motivo - ex.: traços verticais ou cores em intervalos regulares

        c) Equilíbrio:

a.      axial ou simétrico - reprodução dos mesmos motivos (figuras e cores) em proporções iguais de um lado e de outro de uma linha imaginária.

b.     assimétrico - formas, dimensões e cores diferentes se organizam com certo equilíbrio, mas sem proporções simétricas.

 

 

O homem criou objetos para satisfazer as suas necessidades práticas, como as ferramentas para cavar a terra e os utensílios de cozinha. Outros objetos são criados por serem interessantes ou possuírem um caráter instrutivo.

 

O homem cria a arte como meio de vida, para que o mundo saiba o que pensa, para divulgar as suas crenças (ou as de outros), para estimular e distrair a si mesmo e aos outros, para explorar novas formas de olhar e interpretar objetos e cenas.

 

Porque fazemos arte e para que a usamos é aquilo que chamamos de função da arte que pode ser ...feita para decorar o mundo... para espelhar o nosso mundo (naturalista)... para ajudar no dia-a-dia (utilitária)...para explicar e descrever a história...para ser usada na cura doenças... para ajuda a explorar o mundo.

 

O que vemos quando admiramos uma arte depende da nossa experiência e conhecimentos, da nossa disposição no momento, imaginação e daquilo que o artista pretendeu mostrar.

 

Estilo é como o trabalho se mostra, depois de o artista ter tomado suas decisões. Cada artista possui um estilo único.

Imagine se todas as peças de arte feitas até hoje fossem expostas numa sala gigantesca. Nunca conseguiríamos ver quem fez o que, quando e como.

 

Os artistas e as pessoas que registram as mudanças na forma de se fazer arte, no caso os críticos e historiadores, costumam classificá-las por categorias e rotulá-las. É um procedimento comum na arte ocidental.

 

Ex.: Renascimento, Impressionismo, Cubismo, Surrealismo, etc.

 

Podemos verificar que tipo de arte foi feita, quando, onde o como, desta maneira estaremos dialogando com a obra de arte, e assim podemos entender as mudanças que o mundo tiveram.

 

Exploradores, comerciantes, vendedores e artistas costumam apresentar às pessoas idéias de outras culturas.

 

Os progresssos na tecnologia também difundiram técnicas e teorias. Elas se espalham através da arqueologia , quando se descobrem objetos de outras civilizações; pela fotografia, a arte passou a ser reproduzida e, nos anos 1890, muitas das revistas internacionais de arte já tinham fotos; pelo rádio e televisão, o rádio foi inventado em 1895 e a televisão em 1926, permitindo que as idéias fossem transmitidas por todo o mundo rapidamente, os estilos de arte podem ser observados, as teorias debatidas e as técnicas compartilhadas; pela imprensa, que foi inventada por Johann Guttenberg por volta de 1450, assim os livros e e arte podiam ser impressos e distribuídos em grande quantidade; pela internet, alguns artistas colocam suas obras em exposição e podemos pesquisá-las, bem como saber sobre outros estilos.

 

 

 

Periodos da Arte

 

 

 

Pre-Historia

            Rupestre

 

Idade Antiga

           Egipcio

           Grego

           Romano

           Paleocristão

           Bizantino

           Islâmico

 

Idade Media

          Romântico

          Gótico

 

Idade Moderna

          Renascimento

          Maneirismo

          Barroco

          Rococó

 

Idade Contemporanea

          Neoclássico

          Romântico

          Art Nouveau

          Impressionismo

          Abstracionismo

          Expressionismo

          Dadaísmo

          Fauvismo

          Realismo

          Surrealismo

          Cubismo

          Futurismo

          Op Art

          Pop Art

          Interferência

          Art Naïf

 

 

 

 

Movimentos artísticos

 

 

 

Abstracionismo

Art Nouveau

Arte Gótica

Barroco

Cubismo

Expressionismo

Fauvismo

Futurismo

Impressionismo

Naturalismo

Modernismo

Pós-Impressionismo

Realismo

Renascimento

Romantismo

Simbolismo

Surrealismo

Tropicalismo

 

Like?

 

 

 

 

 

paint pincel.gif

email_on_swinging_sign.gif


                                      Envie um e-mail                                                        Pinte sua opinião

           

 

 

Retorne ao Blog                                                       A autora no Orkut

image003.jpgdownload.jpg

 

 

 

_