Este texto é parte integrante do Blog "a luz dA Luz"

 

Clique e faça uma visita, para ler sobre outros assuntos ligados ao espiritualismo e evolução.

 

 

 

A Arte de se equilibrar

Contribuição de um amigo

 

 

Se existe algo ruim em sua vida, tente compensar com algo bom. Equilíbrio é uma questão de compensação.
Os valores ativos precisam cobrir os passivos. Os créditos precisam suprir os débitos. É por isso que os peritos em investimentos mandam diversificar as aplicações financeiras. Se você investe tudo de si num lugar só e aquele empreendimento cai, sua vida cai junto. Então, dedique-se a mais de uma área de interesse na vida.

É verdade que algumas perdas são irreparáveis. A perda de um ente querido, por exemplo. Não poderíamos dizer que outros ganhos poderão compensá-la, mas pelo menos, poderão evitar nosso "naufrágio existencial".

Podemos nos dedicar a diversos propósitos, mas não é bom que nos dediquemos a causas incompatíveis entre si. É o caso de querer ser o mocinho e o bandido ao mesmo tempo ou tentar servir a dois senhores. Não podemos ter várias personalidades, resultando em mais de um caráter.

Já nas áreas onde a pluralidade é admissível, não se aconselha dedicação a um número excessivo de causas, alvos, interesses ou atividades. Essa noção de excesso é muito relativa, mas cada um tem condições de avaliá-la corretamente dentro de sua própria situação e perspectiva. Algumas pessoas administram bem 5 talentos e podem chegar a administrar 10. Outras só tem condições de administrar 2, no máximo 4. Mas existem aqueles que não podem receber mais do que 1.

O fato é que, se nos dedicamos a muitas áreas de interesse, talvez fracassemos em todas ou não consigamos satisfação e realização em nenhuma delas. Por quê? Pulverizamos nossas energias em tantas direções, que não realizamos com eficiência e grandeza nenhum daqueles objetivos. Como diz o jargão popular: "Quem tudo quer tudo perde."

Tenha duas profissões, se possível, dois empregos.
Não tenha dois carros, a não ser que isso seja mesmo necessário. (Lembre-se do IPVA).
Não tenha duas casas. (Lembre-se do IPTU).
Não tenha duas contas bancárias. (Quantas tarifas ...).
Deposite fé no verdadeiro Deus, e dedique-se a Ele.
Tenha apenas uma família, faça jus a quem te ama.
Não deixe que a profissão sufoque a vida familiar. Você precisa das duas asas para voar.

tempo de plantar e tempo de colher. Busque o equilíbrio entre esses tempos. Eles podem ser simultâneos para diferentes plantas. Não os perca. O dia de hoje deve ser dividido: um período para colher o que foi plantado ontem, e outro para plantar o que será colhido amanhã. Se hoje você precisar trabalhar 24 horas. Então, precisará de outras 24, algum dia, para ficar apenas desfrutando do resultado do seu labor.

Precisamos equilibrar vida espiritual, amor, trabalho e lazer. Não viva apenas para o trabalho, planejando o lazer para a aposentadoria. Naquele tempo você já não terá toda a energia de hoje. Não viva apenas para o ministério ou para o espiritual. Você tem um corpo material que também precisa de cuidados. Não viva apenas para o material. Você tem um espírito que precisa da comunhão com Deus.

Podemos, e às vezes precisamos, ter períodos de esforço concentrado em um só objetivo. Por exemplo, uma semana de estudos intensos. O que não convém é uma vida de esforço concentrado numa coisa só.

É necessário que cuidemos dos vários setores da nossa vida, o que precisamos é fazer como os malabaristas para equilibrarmos tudo isso, realizando todas as coisas no tempo certo e da melhor forma possível.

Que Deus nos abençoe e nos dê sabedoria para conduzirmos nossa vida de forma equilibrada para a sua glória.

 

Texto de um bom amigo

 

Curta a fanpagea luz dA Luz” no Facebook e tenha acesso a mais orações e informações sobre Espiritualidade. Clique aqui!

 

 

 

 

Visite o Blog  “a luz dA Luz”

 

 

 

a luz dA Luz

no Facebook